domingo, 25 de junho de 2017

MAS ELE VOLTOU POR AMOR OU PIEDADE?

Por amor ou por piedade?

Você chorou, correu atrás, fez de tudo para ele ver o quanto estava sofrendo com a separação, e ele voltou...

MAS ELE VOLTOU POR AMOR OU POR PIEDADE?

Sim, porque muitas vezes quando um homem volta para uma mulher, ele não o faz por amor, mas por pena. 

E essa pena pode acabar virando sentimento de culpa, ainda mais quando percebemos que é por nossa causa que ela sofre tanto. 

Então, se o cara sofre de peso na consciência, ele voltará mais como um meio de tentar consertar as coisas, diminuir a dor que causou.

E pode apostar que muitas vezes é péssimo saber que aquela garota com quem dividimos nossos sonhos, repartimos várias experiências, enfim, que um dia FOI a mulher de nossas vidas, hoje sofre mais do que cachorro abandonado. 
E é tudo culpa nossa!!

Puts! Como podemos ser tão cruéis!?
" Pelo amor de Deus!! Pare de chorar que eu volto pra você!!"


E a consideração, não conta?
Afinal, quantas vezes ele passou por barras pesadas, falta de grana, dificuldades na faculdade e depressão, e mesmo assim você estava lá, do lado dele?

Pombas, ele tem uma dívida com você.

Então ele volta...

Não por amor, mas por gratidão. 
Que maravilha! 

Agora você o terá ao seu lado e poderá dizer novamente para todos que o "homem da sua vida" voltou.

"Vivaaaa!!!! Quem disse que não valia a pena chorar, correr atrás e fazer despacho em encruzilhada, hein? Ele voltou e agora eu sou feliz!!!"

Pena que você terá somente um corpo, jamais o coração...

Sim, porque você terá apenas um homem grato, alguém disposto a pagar por tudo de bom que que fez por ele, nada mais. 

E a gratidão, acredite, por maior que seja, um dia acaba...

Aliás, como sempre digo, consciência de homem é igual a pedra de gelo:
Por mais pesada que seja, um dia ele derreterá.

Sabia que alguns homens também passam por crises quando um relacionamento termina? Sim, não são muitos, mas existem alguns que não conseguem aceitar que aquele grande amor, que acreditavam ser eterno, um dia foi se apagando, morrendo, até não restar mais nada.
É, minha filha, ainda fica aquele restinho de ternura...


Sem contar as milhares de lembranças daqueles tempos em que foram felizes.

Então, ele pode tentar trazer de volta as alegrias do passado, quando bastava um beijinho seu para deixá-lo nas nuvens.

Então ele volta todo decidido, querendo de todo jeito reviver o love:

"Pô, eu amava esta garota! Não dá para deixar as coisas como estão! Eu tenho que voltar a amá-la!"

Bem, como não existe este lance de se obrigar a voltar a amar alguém, ele ficará apenas na vontade.

Oras, o amor não aceita imposição, minha cara! 
Por mais que ele te ache a coisa mais linda do mundo (mas não te ama), que acredite ser uma mulher nota mil (mas não te ama), nada disso adianta quando o fogo do coração apaga. 

Por isso, mesmo que ele volte, este relacionamento já está com prazo de validade vencido.

Ele até pode querer te amar, mas basta sentir que seus beijos não são mais como antes, que em breve (muito breve) ele chegará à conclusão de que tudo não passa de perda de tempo. 

Claro, ou vai me dizer que consegue sentir alguma paixão vinda de um cara que te beija só por obrigação?

E será que eles se culpam pelo amor ter acabado? 
Bem...alguns sim.


Por exemplo: o seu "ex-morzão" pode entrar numas de se achar um crápula, um cafajeste sem coração, enfim, um tremendo de um traidor, como se as promessas e juras de amor tivessem que ser cumpridas à qualquer custo.

Ainda mais quando você faz de tudo para ele não esquecer...

"Mas você disse que me amava, seu falso!! Como pode falar que acabou se você me prometeu que a gente ia morrer velhinhos e apaixonados?...Por que você me faz sofrer assim, Astolfo? Será que não percebe que as crianças estão sentindo sua falta?"

Bem, se ele for um cara sem personalidade, provavelmente, depois de ser bombardeado com todos os tipos de acusações, voltará...

Mas essa volta será por remorso.


Então é aquela barra do cara ter que aturar os próprios pais reclamando que é muita sacanagem ele "abandonar" uma garota tão boa, trabalhadora, temente à Deus e etc e tal, que até já fazia parte da família.

E nem no meio dos amigos ele encontra paz, porque sempre tem um chato para dizer que eles formavam um casal tão lindo...

Agora, ruim mesmo é o cara escutar que 
"Não se joga fora anos de relacionamento pela janela".

Neste caso, o cara resolve voltar para não ter prejuízo!! 

E o pior é que o cara nem sabe se será um prejuízo emocional, sexual ou financeiro, porque basta a ideia de estar perdendo algo para deixá-lo com os cabelos em pé. 

E nestas situações o homem pode escolher manter uma relação como uma garantia de posse, nada mais.

Olha, não estou pedindo para você abrir mão de um amor, deixar de lutar por ele, nada disso.

Mas é bom saber aceitar a partida de quem um dia te amou (mas não te ama mais).
Se ele tiver que voltar, que seja por amor, jamais pelas lágrimas que derrama...
..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2014 - Revista Andros

AINDA BEM QUE OS AMORES MORREM

Amores sempre virão

Ainda bem que os amores morrem.
Podem durar um ano, sete anos ou até mesmo um século, mas um dia tudo vai acabar...

E isso é maravilhoso, porque ninguém será realmente feliz se não tiver vivido várias paixões.

Aliás, sinto pena de quem só amou uma vez.

O amor acaba porque precisamos evoluir - simples assim.

E nada melhor para a evolução do que o conhecimento.
Por exemplo, já imaginou se o amor fosse imortal e você ficasse eternamente presa ao pior homem da sua vida?

Sim, eu sei que existem mulheres assim, que acabaram virando "viúvas de homens vivos", mas qual delas é feliz?

Oras, nenhuma!!!

Não importa de que lado o amor tenha morrido, porque o amor verdadeiro só existe quando é compartilhado. Fora isso ele não passa de apego, de frustração, obsessão, enfim, amor platônico.

É, minha filha, viver um amor que não se reparte é como perseguir a própria sombra...

Muitas vezes quando eu digo que é uma maravilha o amor acabar, sempre recebo aquele olhar de reprovação, como se eu tivesse dito algo profano:

"Como você pode achar uma coisa dessa?"

Então eu faço a seguinte pergunta:
"Qual foi o seu primeiro amor?"

Algumas dizem que foi um menininho do pré-primário; outras dizem que foi um garoto da escola, enfim, sempre tem um primeiro amor.

E se vocês ficassem presas à este único amor, o que aconteceria?
Será que conheceriam o homem que amam hoje?
Será que se casariam com este carinha que não foi o primeiro, nem o segundo amor, mas o sexto, décimo homem que conseguiu conquistar seu coração?

E aí eu pergunto:
Você trocaria o seu amor, este homem que hoje te faz feliz, por aquele que um dia amou, lá do começo, quando estava começando sua vida amorosa?

Então, minha cara, somente morrendo é que o amor pode renascer em outros braços.

Muitas pessoas acham que o amor sempre será substituído pelo ódio, mas não tem nada a ver. Muitas vezes ele acaba virando amizade, companheirismo, afeto fraternal, e pode ser tão forte que chega a nos causar admiração, mas ainda assim este amor há muito tempo deixou de ser paixão.

Então é aquela coisa de vocês compartilharem o mesmo ambiente, viverem juntos - e até certo ponto vivendo bem- , mas o fogo, a paixão, aquela coisa do coração dar pulos de alegria, bem, isso virou passado.

Acabou o tesão do beijo bem dado e as pernas não tremem mais quando ele chega por trás e morde a sua orelhinha.


Acabou aquela alegria de escolher um presentinho para ele, simplesmente por que deu vontade de recompensá-lo por ser tão importante em sua vida.

Aliás, agora ele nem é tão importante assim, não é mesmo?

E acabou aquela coisa de você fazer questão da cama, do tesão, do gozo fácil.

Então, minha cara, aceite o fim, pois o amor precisa ser praticado todos os dias.

E se não existe mais vontade, então já era, pode enterrar o amor de vez.

E é exatamente por causa dessas coisas, deste tesão enorme pela vida, deste anseio de sermos desejados e desejarmos o outro com o coração, que sempre buscaremos novos amores.

E aprenderemos com eles de todas as formas, amando ou sofrendo, chorando ou fazendo chorar, porque, para evoluir é preciso viver.

E viver é vivenciar, experimentar, saber o que serve e não serve em nossas vidas.
E mesmo errando, mesmo dando com a cabeça na parede, ainda assim estaremos sempre dispostos à novas paixões.

Abençoadas sejam todas as decepções e desilusões, porque se não fossem por elas o que seria de mim?

Estaria eu ainda preso a minha primeira paixão, àquela namoradinha dos meus tempos de escola?

E o segundo beijo roubado que dei em uma garota que um dia achei que seria minha namorada, mas que nunca se repetiu?

E o aperto no peito, o suor gelado escorrendo pelo meu queixo, o tesão do primeiro toque em um corpo de uma nova mulher, como poderia eu deixar de viver algo assim, justamente alguns meses depois de terminar com uma garota que jurei amar pelo resto da minha vida?

E mesmo quebrando minhas promessas eu amei de novo.

E sabia que aquele primeiro beijo, com toda sua força e paixão jamais se repetiria, mas que mesmo assim amaria aquela garota por muitos e muitos anos.

Se foi paixão à primeira vista?
Bem, o primeiro beijo disse que sim...

Só que um dia acabou...
Tudo que havia sonhado e planejado se acabou em uma separação tranquila, sem brigas, mas com uma das partes ainda amando: eu.

Mas, como deixei claro, o amor precisa ser compartilhado.

Por isso, de nada adiantaria insistir, forçar alguém a me amar, porque o amor é livre, não aceita imposições...

E Graças a Deus acabou...

Não que tenha sido ruim amar, muito pelo contrário, foi ótimo do começo ao fim, do primeiro beijo até o beijo de adeus que ela não me deu.

E mesmo depois de ter jurado que nunca mais iria me enrabichar com alguém, que iria só cair na gandaia como um solteirão pegador, não é que o amor acabou me pegando de novo?

Agora estou amando pela terceira vez, casado com uma mulher maravilhosa, e não penso sobre quando será o final, se morreremos juntinhos, bem velhinhos e ainda nos amando, porque o melhor do amor é aproveitar o que ele nos oferece de melhor:

O momento em que ele ainda pode ser chamado de amor.
..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2014 - Revista Andros

A PORCARIA DE VIVER COM UM NAMORADO AUSENTE.

Era melhor ter um gato

"Como é possível você ficar com alguém e não querer beijar a pessoa?
Ou dormir junto sem sequer encostar no outro nas primeiras semanas??
Ir ao cinema e me largar em casa depois em pleno sábado?
Não quero um namoro de mentirinha..."
 
Raquel*.

Quando te perguntaram se você tinha um namorado, a resposta foi sim.

Na verdade você achava que tinha um namorado, porém, conforme o tempo foi passando, acabou percebendo que tem um cara mais para ocupar espaço do que um namorado.

 Sim, porque ele faz questão de passar todos os finais de semana na sua casa, dorme na mesma cama, e até toma o café da manhã com você. Maravilha, não?


O problema é que ele nunca te beija e está sempre ocupado com a porcaria do celular, por isso nunca tem tempo para te dar um trato.

 E quando não é o celular é a televisão, os jogos de playstation...
Sem contar que ele ainda precisa lavar o carro.
 

Cacete...
Durante a semana toda você até se sente mais alegrinha, mas basta chegar a sexta-feira para bater aquele desânimo, porque ele vai chegar com a mesma cara de bunda, vai te dar a mesma bitoquinha com gosto de chuchu, e depois será sua companhia invisível até segunda-feira de manhã.

Teria sido muito melhor ter um gato como companhia.

Pelo menos ele se esfregava em suas pernas, miava para pedir um pires de leite, enfim, teria muito mais interação com um gato do que com esse cara.

Mas é claro que nem todos costumam passar tanto tempo com suas garotas. Tem aquele que só aparece para filar um rango, por isso ele chega na sua casa, come a porra do macarrão com frango que você preparou, se joga no sofá pra dar uma “cochiladinha enquanto faz a digestão”, acorda e se manda pra rua.

Sabe como é, ele precisa correr para não perder o futebol com os camaradas.

E o pior é que mais uma vez você não foi comida... 


Olha, o lance é tão cabuloso, que tenho uma amiga que o ex-namorado costumava aparecer em seu apartamento só para usar a internet!!!

Ele chegava bem tarde, normalmente depois da meia-noite.
Então ele usava o computador até as duas da manhã e depois se mandava.

Agora veja a situação:
Uma garota lindinha e gostosinha, de 26 anos, lourinha, louca por sexo, ficava lá, deitadinha na cama, enquanto ele dava um agradecido beijinho de "boa noite" e se mandava...

Poxa, é a mesma coisa que receber a visita do Papai Noel e não ganhar presente.

Então você acaba se sentindo um lixo.

Não tem jeito, porque você pode ser a mulher mais gostosinha do pedaço, receber centenas de convites dos machos do pedaço para dar um rolê, mas acaba se sentindo uma porcaria porque o único Zé Ruela que te interessa não tem nenhuma vontade de dar um pouco de carinho.

E o lance é assim mesmo, porque quanto mais o sujeito é marcha lenta, mais bate aquele desejo de um sexo animal, dele te pegar de jeito e fazer beliscar azulejos.

Ah, mas pelo jeito ele não tem vontade de nada, não é mesmo?

E quando te pega é para um sexo tão excitante como uma suruba de lesmas...

Fala a verdade, tem coisa pior do que dar aquela trepadinha de ladinho????
Puts! Parece até que o cara escolhe a posição para não se cansar, não é mesmo?


Pior é que tem uns caras que acham que acabaram de "cumprir com a obrigação":

"Pronto, agora eu tenho que ir embora..."
Peraí! Mas e a gozadinha da sua garota, meu chapa?
Porque, convenhamos, o tempo que você levou pra dar "umazinha" foi tão rápido que não deu nem para ela esquentar a perereca!

E os beijos, então? 
Quem disse que mulher gosta de bitoquinhas???

Mas os beijos dele são tão chochos, que parece que está beijando um peixe morto.

Mas o infeliz não larga da sua vida de jeito nenhum...

Ele diz que está estressado, que não sabe o que sente por você, que é melhor darem um tempo...Mas não some.

E ele até tem coragem de dizer que você só pensa em sexo!!!!

Mas quem não ia pensar em sexo se há séculos você não sabe o que é uma boa trepada?

Só que ele não some da sua vida!!!

Desânimo e falta de vontade, heis as duas palavras que poderiam definir bem o que esse homem sente.

Só que ele é livre, poderia ir baixar em outro centro.
Então, por que esse filho de uma quenga fica ao seu lado?

Oras, danem-se os motivos dele, porque nada vale a sacanagem de você se sentir solitária apesar de ter um traste ao seu lado.


..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2017 - Revista Andros

VAI VIRAR MULHERZINHA CAPACHO POR AMOR?

Quando o outro é sua pior escolha

"Ou seu emprego ou eu".

Se um homem tiver a coragem de te fazer este tipo de "ameaça", nem perca tempo pensando nos prós e contras:

Chuta esse cara para os quintos dos infernos!!

Claro, mas nem sempre as coisas são assim tão fáceis para você...

"Ai (por que será que toda mulherzinha gosta de começar uma frase com "ai"?) ,mas ele é o homem que eu amo, temos uma história em comum, não dá para ser tão radical..."


Peraí,pelo que eu saiba, quem ama quer sempre o melhor, jamais o contrário.
E aqui entre nós, um cara que exige esse tipo de coisa está mais para castigo Divino.

Sim, porque ele não te ama e está pouco se lixando para você.

Mas, como sei que você não será convencida por "tão pouco", que tal usarmos o lado lógico?

Que tal deixar um pouco o coração de lado e apelar para os fatos?

Homens existem ao montes, e por mais que esteja apaixonada, acredite, essa porcaria que você chama de "meu amor" é algo tão fácil de achar, que deve estar na sessão de "saldão da vida".
E com desconto de 80%!!

"Aí,(fazendo cara de tapada) mas ele me ama, por isso sente ciúmes..."

Oras, deixa de ser tão iludida!! 

Mesmo que ele te amasse, não é desse tipo de amor que você precisa!! 

Ele é porcaria! 
Não passa de um tremendo de um machista, que resolveu se aproveitar de sua falta de personalidade para mostrar que seu lugar é do ladinho dele, lavando cuecas e cuidando da casa. 

Ou então, ele quer mesmo é uma mulherzinha sem um pingo de amor-próprio para dar umas porradas de vez em quando, o que é bem pior!

"Senta, Zulmira!! Dá a patinha, Zulmira!! Rola!! Finge de morta!!!"

Bem, fingir de morta é fácil, porque você nem é capaz de tomar suas decisões sem levar em conta as ordens do seu homem. Sim, porque mulherzinha não tem marido ou namorado, mas "meu homem"!


E aqui entre nós, você devia estar no "bico do corvo" quando conheceu esse cara, não é mesmo? Não venha me dizer que estava de bem com a vida porque eu não acredito.

 Você não pode trabalhar, não pode terminar a faculdade, enfim, não pode viver!

E você ainda se sente ofendida por eu achar que você não passa de uma palerma!!??

Pior que tem homem que nunca tem grana para nada, não tem nenhuma perspectiva de vida, enfim, não passa de um derrotado, mas ele ainda acha que a mulher não pode trabalhar? 

E o pior é que esses trastes dizem que é porque se sentem humilhados. 

O jagunço não serve nem como exemplo de sucesso, mas ainda tem a cara de tacho de reclamar do orgulho!!! 

Mas orgulho do quê???

"Ai, (olha o "ai" de novo) mas ele ganha super bem e banca todas as minhas despesas..."

Oras, vai viver de mesada o resto da vida, é isso que deseja? 

Olha, acho que você quer mesmo é vender a alma em troca de um homem para te bancar. Pombas, quer mais facilidade que isso? Vai virar dondoca de periferia e realizar seu maior sonho que é passar as tardes vendo TV?

Por isso que eu adoro quando o benzão pede o divórcio e deixa este tipo de mulherzinha sem ter nem o que comer.

É, minha cara, tem uma porrada de "mortas-de-fome" com processos intermináveis na Justiça, tentando tirar um centavinho a mais dos ex-maridos, que de uma hora para outra conseguiram fazer "desaparecer" todo o patrimônio. 

E aqui entre nós: no seu caso, para ele dar sumiço no chevette 79 e no apartamento da Cohab vai ser moleza.

Eu trabalhava com um cara que ganhava R$ 6.000,00 por mês, só de comissão. Mas, como é bem comum nesse meio de vendas, ele tinha um registro na carteira de R$ 900,00. Sabe quanto era a pensão que ele dava para o filho? R$ 300,00!!!

Enquanto existem mulheres de verdade, que lutam e vencem, que não aceitam ser domadas, outras preferem acreditar que serão eternamente sustentadas por machos.

Agora, para ver como as coisas são interessantes, um leitor me escreveu contando que recebeu uma proposta para trabalhar em outro estado, mas a noiva nem queria saber de mudar de cidade...

Então ela investiu na chantagem:
"Se você for, está tudo terminado!".

Bem, parece que ele está ganhando tão bem na nova cidade, que nem teve tempo para chorar...
..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2014 - Revista Andros

sábado, 24 de junho de 2017

NINGUÉM É OBRIGADO A TE AMAR

Quem eu quero não me quer

Por que diabos você cismou que ele tem que ser seu, custe o que custar?

É incrível, mas têm mulheres que quanto mais o homem foge, mais elas grudam no pé. 

Sim, claro que lutar por um amor é algo louvável, mas para tudo existe um limite. 
E este limite é quando você se torna tão inconveniente que acaba virando um pé no saco!

A equação do amor é simples:

QUANDO UM NÃO QUER, DOIS NÃO SEM AMAM!!!

"Mas eu o amo tanto!"
E daí? Quem disse que ele é obrigado a retribuir esse amor só porque você virou um "encosto bravo" na vida do sujeito?


Oras, ninguém vai te amar só porque você se acha uma garota legal, compreensiva, fiel e romântica, do tipo que não pega no pé.

Sei lá, pode até ser que você seja tudo isso, mas parece que para ele não faz diferença alguma, não é mesmo?

E se bobear, acredite, pode ser que ele conheça centenas de meninas "legais" como você.

Ou seja, você é só mais uma nem melhor e nem pior que as outras.

Sem contar que muitas vezes o que você chama de amor nada mais é que uma paixão sufocante, cheia de dramalhões e inseguranças, que só servem para aprisionar o outro, numa tentativa insana de satisfazer suas carências afetivas.

Sim, porque mulher que gruda no pé e vive choramingando pelos cantos, igual uma menininha mimada que não ganhou a bonequinha no Natal, não passa de carente afetiva!!!

E gente carente é um porre para para aguentar.

Claro, porque se o cara é educado você já acha que ele está te dando esperanças. 

E se ele fica de saco cheio e te dá um chute (larga do meu pé, sua chata!!), em vez de sumir e ir baixar em outro centro, você acha que tem que se empenhar mais em agradar, porque assim, com a força do seu amor e fazendo milhões de sacrifícios, um dia ele vai acabar te amando.

Oras, por isso que tá difícil arrumar alguém com coragem de encarar um lance com você. Sim, porque você é tão grudenta e deprimida que virou uma mulher insuportável!!

Aliás, você é aquele tipo de garota que os homens até acham gostosinha, mas ninguém pega porque sabem que é B.O!!


Duvida? Então por que será que ele sempre some quando você aparece?
E os olhares, então?

Antes, ele até trocava uns olhares, ficava naquela de "analisar o território", tentando descobrir que bicho você era, mas bastou ele te conhecer melhor para fugir:

"Ai, meu Deus!! Lá vem aquela chata de novo querendo pegar no meu pé!"

Aliás, se você parar para pensar bem, se for bem honesta consigo, perceberá que não são os homens que fogem:

VOCÊ É QUE OS ESPANTA!!!

E é lógico que você está odiando tudo o que está lendo! 

Aliás, acho que você só não mudou de site porque deseja ter mais motivos para me odiar. Mas e daí? Você é uma coitadinha, por isso é natural que seja assim tão sensível.

"Pô,(fazendo cara de Madalena Arrependida) será que ele não se toca que eu o amo?"


Mas vai se tocar de quê, me responda?
Este seu olhar mórbido, por exemplo, pode significar tudo para um homem: fome, anemia, desânimo e até interesse.

Sem contar que ele não tem o poder de ler sua mente para descobrir que você cismou que ele tem que ser seu senão o sol nunca mais voltará a brilhar em sua vida.

Oras, ficar só na moita, sem se declarar e ainda achar que o outro tem a obrigação de adivinhar o que você sente é coisa de maluca. 

Minha filha, se você deseja alguém, é preciso que se manifeste!!!! 

Mesmo correndo o risco de levar um NÃO bem no meio da cara, é bem melhor chegar no carinha e perguntar "E aí? Vai comer agora ou quer que embrulhe?"

Te garanto que assim é bem melhor do que passar o resto da vida neste maldito amor platônico.

"Mas eu não posso viver sem ele!"

Deixa de ser dramática, mulher! 
Você viveu muito bem todos estes anos sem ele, e agora vem com este papinho de mulherzinha dramática?

Quando recebo emails de mulheres neuróticas, que querem conquistar um homem á qualquer custo, nem perco tempo lendo o resto: deleto!

Claro, eu não tenho tempo para perder com mimadas, que acham que um homem tem que ser delas, e ponto final.


Veja como são as coisas: uma leitora disse que já tinha feito até macumba para o cara se apaixonar.

Então, por acaso isso é coisa de gente normal?
Não!!!!

É coisa de louca!

Por isso, minha filha, se você chegou ao ponto de matar "galinha preta", corre agora para o analista, porque o seu caso é sério!!

"Mas ele vivia dizendo que me amava e que eu era a mulher da vida dele"

E daí? Ele te AMAVA antes, mas agora não te ama mais. 
Amores acabam!!! S

ei que é ferro na boneca lidar com este tipo de situação, mas a vida continua. 
Sim, porque chorar, bater a cabeça na parede, nada disso fará o amor renascer.

E nem adianta se matar, pulando da ponte ou se entupindo com veneno de rato (que pobreza), porque nada disso irá traze-lo de volta.

No máximo, depois de morta, vai acabar virando encosto na vida do pobre infeliz:
"Seu lugar não é entre nós, Zulmira...Sobe alma penada! Vai baixar em outro centro!"

Aliás, como sempre digo, no inferno existe um lugar só para mulheres que se matam por causa de amor:

Um tanque cheio de cuecas imundas para elas lavarem por toda eternidade, ouvindo o tempo todo Vento do Litoral, do Legião Urbana!!

"JÁÁÁ QUE VOCÊ NÃO ESTÁ AQUI... O QUE POSSO FAZEEER É CUIDAR DE MIM!"
....................................
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2017 - Revista Andros

COMO EU AMO SUA VAIDADE, GAROTA.

Como eu amo sua vaidade

Lembra da primeira vez que você vestiu as roupas de sua mãe? 
Lembra que o vestido era tão grande que ele se arrastava pelo chão da sala, e mesmo assim você se sentia a menina mais linda do mundo? 

E os sapatos da sua mãe, então? 
Você escolheu justamente os mais brilhantes, com saltos enormes, que mal conseguia equilibrar seus pezinhos miúdos. 

Ah, mas como você desfilou orgulhosa naquele dia, diante de seus pais e seus avós,de narizinho arrebitado, segurando o riso para não quebrar a "seriedade" do evento.

Mas como valeu a pena, lembra?

Ainda hoje você se lembra dos primeiros e melhores aplausos que recebeu. Aplausos que vieram de todos os lados, do papai, da mamãe e dos seus avós, que de tão felizes que ficaram nem pareciam gente grande.

Ah, como você alegrou aquele dia...

E que maravilha foi perceber o quanto era bom ser o centro das atenções:
"Linda!"

Quer melhor recompensa do que escutar uma palavra que ainda nem tinha ideia de sua real importância?Ah, mas o sorriso largo de sua mãe era revelador: "Linda! Linda! Linda!"

Mesmo com o rosto todo borrado de batom, blush, rímel, sombra para os olhos, tão colorida que parecia mais uma tela de Van Gogh, ela podia falar o dia todo que você jamais cansaria de ouvi-la repetir: 
"Linda!"


E hoje, quando eu te vejo passar por mim, tão atrevida, com os cabelos tingidos de rosa, com essa carinha de satisfação, parecendo uma moleca que acabou de fazer alguma travessura, sei muito bem que seu maior desejo é ser notada, atrair todos os olhares possíveis.

E não importam que sejam olhares de admiração ou de espanto porque o que você menos deseja é passar em branco. 

Lógico que agora, que já é uma "mocinha", suas titias e seus pais não encaram mais sua vaidade como uma simples brincadeira. 

Não, agora eles reclamam, dizem que está ficando maluca, que não se faz uma coisa dessa com os cabelos, mas quem se importa? 

O que vale é a diversão, essa coisa de chocar o mundo com apenas um piercing no nariz e um pouco de tintura rosa.

Oras, que graça tem em ser jovem e não poder quebrar as regras?

E lá vai você toda fogosa, bundinha arrebitada, toda vaidosa, rebolando sem parar, fazendo da rua sua passarela. 

E o que mais me espanta é que apesar dos comentários, você não perde o rebolado:

"Mãe, olha o cabelo daquela moça!" 
"Xi, meu filho, ela deve ser maconheira!"



Mas para mim você é linda todos os dias.

Em cada transformação, em cada tom diferente de cabelos, seja louro, moreno, ruivo, você é linda, acredite.

E permanece linda até mesmo quando erra no tom da tintura e seus cabelos ficam parecendo lataria de automóvel novo, e você chora de raiva...

Sim, você fica radiante até mesmo nos piores momentos de frustração, quando chora e bate os pés, revoltada por não despertar o interesse do carinha mais lindo do pedaço. 

Que coisa, né? 
Já reparou que até quando se irrita parece que você está se exibindo? 
Sim, eu sei que é involuntário.

Sair de noite sem caprichar na maquiagem, jamais!

Aliás, você é tão graciosamente exibida, que até na hora de passar um simples batom é impossível não notar sua vaidade. 

Você tira o batom da bolsa, gira a base suavemente e o repousa sobre seus lábios, deslizando de canto a canto. Claro, sem se esquecer de fazer "caras e bocas" para o espelho. 

Aliás, já reparou como os garotos ao redor ficam de boca aberta com essa sua simples atitude? 

É, minha filha, eles estão sonhando...


Então você cresceu, deixou de ser uma menina para virar uma mulher.

E mesmo assim, com toda sua elegância de mulher madura, não é que você ainda mantém aquele charme de adolescente?

Basta vestir um shorts, uma camiseta, e pronto, você está 15 anos mais nova

Eu sei que é duro para um homem aceitar que sua garota possa passar por adolescente assim, com tanta facilidade. 

Claro, nós também podemos parecer mais jovens, mas nunca seremos confundidos com um adolescente. 

Afinal, se eu colocar um boné, vestir bermudão de surfista e mandar ver numa camiseta maneira, vou parecer um macaquinho de realejo...ou o Sergio Malandro!

Mas você pode brincar com a idade da mesma maneira que um dia surpreendeu seus pais, no dia de sua formatura do colégio, quando vestiu aquele seu vestido preto, bem sexy, mudou o penteado e calçou seus sapatos de salto alto...

Então você não era mais aquela menininha com carinha de anjo que eles sempre pensaram que jamais cresceria, mas uma mulher fatal, um mulherão "dressed to kill"!.

 Tudo bem, seu pai passou a noite toda de cara feia, emburrado com os gracejos que vinham de todos os garotos do pedaço, que não tiravam os olhos do seu decote: 

"O que esse tarado está olhando?? Ela só tem 16 anos, meu chapa!! E é minha filha!!!"


Sim, durante muito tempo sua mãe tentou convencê-lo de que você não era mais a menininha dele, mas vai tentar convencer um pai dessas coisas.

Sim, porque tão dura quanto a dor do parto é um pai ver que não pode mais competir pela atenção de sua filha com os garotos.

Mesmo assim, apesar do trauma, ele nunca esquecerá esse dia.

E acredite, quando ele estiver bem velhinho, sentando em sua poltrona, vendo o seu álbum de fotos, revivendo em cada foto um pedacinho de sua vida, ele irá sorrir com a mesma satisfação que teve no seu primeiro desfile com o vestido de sua mãe.

Sabe por quê?


Porque você pode amar perdidamente um homem, mas homem nenhum no mundo saberá o quanto é bom lembrar do primeiro 
"Eu te amo, papai..."

..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2017 - Revista Andros

sábado, 17 de junho de 2017

ELA SONHOU QUE ESTAVA ME BATENDO

Não me traia nem em sonhos

Qual mulher nunca sonhou (literalmente) que estava dando uma surra, quebrando a cara do Benzão?

E quantas vezes você não acordou irritada, com a adrenalina fervendo nas veias, louca pra tirar tudo a limpo? 

Sim, eu já fui vítima de uma namorada que sempre sonhava que me pegava com outra mulher. E no dia seguinte, quando estava esperando ser acordado com um beijinho de bom dia, lá vinha porrada:

 "Não me toca que eu estou com raiva de você!!!"

Ué, mas o que foi que eu fiz!!??


Olha, não sei se é impressão minha, mas acho que uma outra namorada minha deve ter me dado uma surra lá no astral.

Sei lá, o pessoal não diz que as almas deixam o corpo enquanto estamos dormindo?

Sim, porque no seu sonho ela tinha me dado uma surra com uma barra de ferro.
E foi muita coincidência eu ter acordado todo moído, com o corpo doendo.

Tudo bem, pode ter sido o travesseiro, quem sabe o colchão do motel que era muito duro, mas que eu acordei péssimo, isso nem se discute.

Se bem que muitas vezes o sonho é tão real, que a gente acaba sendo acordado na base da porrada.

E tome tapa na cara, chutes, joelhadas. 
Você acorda assustado, olha para sua garota, e ela está lá, sonhando e balbuciando coisa que você mal consegue entender. 

Claro, coisas como "filho da p" e "eu te mato", sempre são mais fáceis de entender. 

Então, quando conseguimos acordá-las, a primeira coisa que queremos saber é se foi um pesadelo, enfim, que catso de sonho foi aquele, certo? 

Só que algumas ficam tão nervosas, que fecham a cara e respiram bem fundo, como se quisessem perguntar: 

"Você ainda tem coragem de me perguntar?"

Ah, sim, como é que temos coragem de perguntar, não é mesmo? Aliás, algumas acham que este tipo de sonho tem a ver com um sinal, uma espécie de aviso:

"Eu acho que este sonho foi um alerta, seu safado!! 
Quem é essa loura do meu sonho!? 
É alguma vagaba do seu serviço!? 
Conta logo, porque meus sonhos nunca falham!"

Tem mulher que acorda nervosa e te sacode com raiva:

"Acorda porque eu sonhei que você estava com outra!"

Mas são duas da madrugada!

"Não adianta vir com desculpas. Quem era ela, seu safado!" 

Ela quem?

"A piranha que estava com você na minha cama!!"


Pior foi a surra que uma amiga deu no marido.

Como ela costumava ter ataques de sonambulismo, ela pulou em cima dele e começou a dar tapas, querendo unhar seu rosto. Depois de muito custo ele conseguiu acordá-la, mas a adrenalina era tanta, que mesmo depois de acordada ela queria briga. 

Mas só depois, quando ela conseguiu se controlar, foi que ele conseguiu entender o motivo de tanta raiva: "Vocês estavam transando e rindo da minha cara!!!"

Tá explicado: levar chifre e ainda ser motivos de chacota, nem em sonho.

Pior é que nos sonhos elas batem com força, colocam para fora toda a raiva que estão sentindo, mas nada acontece. E a frustração fica maior porque é como se estivessem batendo no ar. Então elas acordam frustradas, emputecidas até a alma, com uma sensação de que "isso não vai ficar assim".

E aí é ruim, porque você se sente como se tivesse devendo levar uma surra de sua garota.

Por que elas gostam de sonhar que estão dando murros em nossas caras? 

Agora, jamais faça o que meu amigo Jefferson fez com a namorada, achando que uma piadinha serviria pra quebrar o clima pesado: 

"Mas pelo menos a garota do sonho era gostosa?"

Já imaginou sua garota nervosa, louca de raiva por sonhar com você e outra garota, e você fala uma coisa dessas?

Resultado:
Ela nunca mais olhou para a cara dele.
.


..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2017 - Revista Andros

QUEM DISSE QUE TODA MULHER SONHA EM CASAR?

Quando é que essa menina vai se casar?

Se você tem uma vida tranquila, se já fez uma boa faculdade e tem um bom emprego, por que será então que quase todo mundo fica lhe cobrando um casamento?

Oras, você tem outras prioridades, um monte de planos para o futuro e, definitivamente, neste momento você nem quer saber de um casamento.

Às vezes parece que tudo que você conquistou não vale nada sem um marido. 

Tudo bem, você tem um ótimo emprego, ganha bem mais do que mamãe e papai, mas se você ainda não deu um netinho para os coroas mimarem, então você não está sendo uma boa filha.

Aliás, com esse papo de "cadê o meu netinho?", parece que você está em dívida com eles, não é mesmo?


Também pudera, porque tem sempre aquele papo bravo

  "Estamos ficando velhos e acho que vamos morrer sem a alegria de ter um netinho".
E aí é ruim demais!

Se bobear você até se casa só para acabar com a aporrinhação:

"Toma! Pega o netinho e me deixem em paz!"

Até o início do século XX, era comum as mulheres se casarem novas, muitas vezes com 13 anos. Uma mulher que chegasse aos vinte anos solteira era considerada quase uma aberração.

Sim, porque o certo era uma mulher ter 10, 15 filhos antes de completar trinta anos. Mulher só servia mesmo para cuidar da casa e parir um monte de filhos. E qualquer coisa diferente era encarada quase como um crime.

Oras, nenhum pai queria sustentar uma filha até os vinte anos de idade, por isso era fundamental arrumar logo um marido e despachar o "estorvo" bem rápido.

Só que as mulheres de hoje trabalham e não precisam mais ser sustentadas por ninguém.

O problema é que muita gente ainda acha que todo este progresso não vale de nada, porque acreditam que as mulheres poderiam muito bem abrir mão do trabalho e dos estudos em troca da santa maternidade.

E como é difícil lidar com certos conselhos das amigas:

"Você é bonita, tem um corpo perfeito, pra quê vai ficar trabalhando se pode arrumar um homem que te sustente?"

É interessante, mas a imensa maioria das suas amigas, apesar de poucas serem felizes no casamento, vivem fazendo cobranças.

Tem sempre uma amiga que quer saber se pelo menos você está namorando, outra que quer saber se você não sente falta de ser mãe, e é claro que tem sempre aquela que insiste em saber se você não tem medo de chegar aos 40 anos solteira:

 "Ai, amiga, com 40 anos ninguém vai te querer..."

Os anos passam, você continua ganhando cada vez mais, fazendo sucesso, e mesmo assim ainda tem que aturar os velhos papos, sempre que se arrisca a ir em uma festinha de família.

Sim, porque tem sempre uma tia querendo saber se você vai se casar ou se vai morrer solteira, não é mesmo?

Aliás, é ou não é um porre ter que aguentar todo mundo querendo te arrumar um marido?

Sua mãe, por exemplo, sempre arruma um bom partido para lhe apresentar.


Ela te convida para irem até o mercado, e você acredita que vai ser só para comprarem um pouco de bacalhau para o almoço de domingo, mas ela já vai avisando:

"Ai, filhinha, passa um pouco de batom na boca, porque vai que você encontra um bonitão na rua."

Tudo bem, você passa o batom, dá uma ajeitada nos cabelos, e quando chegam lá, no mercado, ela já te pega pelos braços e arrasta para conhecer o filho do dono do estabelecimento: "Olha, essa é aquela minha filha que eu te falei, lembra?"

Pausa para você tentar disfarçar o mal-estar causado pelo encontro...

"Que merda!! Agora eu vou ter que fazer um social para um cara que eu nem sei quem é, mas que deve saber tudo da minha vida, porque minha querida mamãezinha já contou até que eu estou sem namorado há mais de um ano. 
Pronto, agora ele vai achar que eu estou correndo atrás de homem."

Então, depois de educadamente cumprimenta-lo, você reza para sua mãe terminar logo a conversa, mas parece que ela fica muito mais empolgada com seu silêncio:

"Olha, ela não é assim tão calada, viu? Essa menina quando conhece melhor as pessoas, fala que parece uma matraca...Ah, mas ela é um amor, porque sabe cozinhar (mentira, você nem sabe fritar um ovo), é muito prestativa e vai dar uma ótima esposa"

Ah, se matricídio não fosse crime...

Agora, barra mesmo é ter que aguentar aquela conversa franca de mãe para filha.

"Olha, eu sou mais velha que você (jura?), já vivi muitas coisa nesta vida, por isso eu acho que você devia arrumar logo um homem e se casar, minha filha".


Peraí!!!
"Arrumar um homem!?"
Como assim?

Será que ela quer dizer para pegar qualquer um?

Sim, porque parece que para ela os homens devem vir em caixinhas.
A gente pega o bonequinho que vem dentro da caixa, deixa dentro de uma bacia de água, de um dia para o outro, e ao amanhecer tá lá, um homem pra casar.

Mas pelo menos este tipo de conversa é menos traumática do que o papo que o papai está a fim de levar com você.

Claro, antes dele tomar coragem de tocar no assunto, teve que brigar muito com sua mãe, porque ele achava que era ela quem devia resolver seus problemas.

Bem, se fosse nos seus 14 anos você poderia imaginar o papai falando sobre os garotos, de como eles podem estragar a vida de uma pobre menininha, só que o assunto é bem mais punk:

"Filha, pode contar para o papai: Você é lésbica?"
..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2014 - Revista Andros

domingo, 11 de junho de 2017

ELE É TÃO ROMÂNTICO QUE ENJOA!

Que amor cafona

Tudo bem que você sempre quis um homem romântico, mas ele precisava ser tão meloso, tão interessado em te agradar, que chega a dar nojo!?

Romantismo demais, excesso de "provas de amor" e muito açúcar na relação, ao contrário do que muitos imaginam, em vez de deixar uma mulher mais apaixonada, pode acabar deixando-a totalmente sufocada.

Por mais que você ache isso um absurdo e acredite que romantismo e demonstração de amor nunca é demais, lembre-se:

TUDO QUE É DEMAIS, ENCHE! 

Por exemplo, "eu te amo é gostoso de ouvir, mas se acabar virando virgula pode ser um pé no saco!

Já imaginou o cara passar o tempo todo falando que te ama? Puta que pariu, mas será que ele não cansa de ficar o tempo todo " Amor , sabia que eu te amo?". Oras, um cara desse fundo não passa de um inseguro, por isso fica o tempo todo repetindo,
"Ah, como eu te amo...", "Eu já disse que te amo, meu amor?"

Mas com tanta frescura não é de estranhar que ele seja tão inseguro, porque aposto que ele já deve ter levado um pé no rabo de várias namoradas por ser tão chato.

Vixe!! Parece papagaio de tanto que repete "eu te amo"!!

E todo santo dia ele faz questão de enviar o mesmo "WHATS" de sempre: 
"Tenha um bom dia, te amo." 

E quando vocês brigam, em vez dele te mandar para o inferno, ele prefere dar uma de menininha carente:

"Nossa, eu te amo tanto e você me trata tão mal?"

Calma, eu não tenho nada contra o amor.
Muito pelo contrário, eu acho que o amor quando é verdadeiro é um dos melhores sentimentos que existem.

O problema é que tem gente que acha que tem que ser amoroso o tempo todo, e isso é um porre.

Por exemplo, de repente você está soltando os bofes pra fora depois de uma bebedeira, e lá vem ele todo preocupado em fazer o papel de menino bonzinho: "

"Nossa, querida, mas você é linda até vomitando...Quer que eu enfie o dedo na sua goela para você vomitar melhor?"
!
Sem contar que tem uns caras que adoram uma platéia para fazer aquela declarAção de amor, já reparou?

Já imaginou você lá, na praça de alimentação do shopping, comendo seu "big mac", quando ele resolve fazer aquela declaração de amor melosa, bem na frente de um todo mundo?

Puts, você quer se esconder em baixo da mesa, mas não tem jeito, porque ele se levanta e aponta o dedo na sua direção:

"Gente, eu amo essa mulher!!!!"

Mas que catso de sinuca de bico ele te colocou!??

Claro, a galera quase sempre gosta do espetáculo:

"Nossa, mas que casal lindo!"
"Oh, como ele é romantico!",
"Ai, por que eu não tenho um homem assim?"

Bem, essas são as reações femininas, porque os homens só pensam uma coisa:
"Que cara babaca!!"

Claro, porque nós somos homens, e sabemos muito bem distinguir uma demonstração de amor "masculina" de uma ceninha bufa, de um cara que só quer impressionar.

Aliás, além de ser uma demonstração de insegurança e imaturidade emocional, o excesso de romantismo muitas vezes esconde algo muito mais sério, que é o desejo de levar vantagens sobre o outro.

Por exemplo, existem homens acham muito mais fácil tentar resolver tudo com declarações de amor.

Ele pode ser um tremendo de um vagabundo sustentado pelos pais, mas ele te ama.

Ele vive te ferrando de todas as maneiras, mas ele te ama.

Ele te chifrou com a gostosinha do bairro?
Tudo bem, foi uma fraqueza, ele estava se sentindo meio triste por achar que você não estava valorizando o grandioso amor que ele sente por você, mas ele ainda te ama.

Caramba, mas quando uma mulher emocionalmente carente encontra um vampirinho emocional, ela sempre acaba entregando os pontos:

"Isso, meu amor, me ferra, mas adoça meus ouvidinhos, diz que me adora, que sou tudo na sua vida! 
"Diz que não vive sem mim e que me ama muito e muito e muito!"

E quanto mais ele fizer questão de demonstrar seu "imenso amor" por você, mais exigências ele fará, cobrando de você um comportamento à altura dos mimos recebidos.

Oras, ele te ama, então, convenhamos, a culpa sempre será sua se algo der errado.

E saber disso te deixa meio perdida, porque sua vida passa a girar em torno da satisfação dele ,como se fosse sua obrigação pagar da melhor forma possível por tudo de bom que ele te faz.

Então você vai se anulando, deixando de falar ou fazer um monte de coisas, tudo para recompensá-lo por ser tão maravilhosamente romântico.

E muitas vezes, mesmo sabendo que ele é um porre, mesmo já estando de saco cheio da cara dele, ainda assim você tenta se convencer de que ele é o homem perfeito.

E quando isso acontece, você se condena e tenta esquecer, pois sempre lhe vem a cabeça as palavras dele:

"Eu te amo muuuuito, sabia?"


Resumindo:
Você se torna prisioneira do romantismo dele.
..........................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2017 - Revista Andros

SEM UM AMOR NO DIA DOS NAMORADOS

Sem um amor no dia dos namorados


Depois do Natal, creio que não existe data mais triste para algumas mulheres do que passar o dia dos namorados sem um amor!


Também pudera, porque parece que todas as músicas românticas que marcaram sua vida afetiva resolvem tocar justamente no dia 12 de junho.

E como se não bastasse, você ainda tem que olhar para as caras alegres de suas amigas, todas namorando, falando sem parar sobre as qualidades de seus namorados, que até já reservaram os melhores quartos de motel da cidade, onde darão aquele picote nervoso.

Sem contar que elas ganharão aquele ursinho de pelúcia (que você acha cafona, mas que seria tão bem-vindo agora).

E as caixas de bombons, então?
"Nossa, bombons acompanhados por um cartão vermelho, escrito "I love you" seria tudo de bom."

Sem contar que parece que nesta data quase todo mundo bebe vinho branco, menos você!

Que coisa...
Se pudesse encontrar alguém, nem que fosse para dividir uma cerveja depois do expediente, já seria bom.

E você ainda tem que responder a "marvada" pergunta daquela sua "amiga":

"O que você vai fazer amanhã a noite, amiga?"

Claro, você tenta se controlar ao máximo para não apertar o pescoço da infeliz.
Oras, se fosse outra até dava para dar um desconto, mas ela não.
Pombas, chutar cachorro morto é muita sacanagem.

Ainda mais ela, que mais do que ninguém sabe que você está sem namorado há mais de um século.

Sei não, mas eu senti um certo ar de cinismo naquele sorriso quando ela disse:
"Liga não, amiga...Quem sabe você arruma um antes do dia terminar."

Cacete!! Parece até aquela coisa da gente esperar o filho da puta do Papai Noel, ele não aparecer com nossos presentes, e a mamãe falar meio sem jeito: "Quem sabe ele ainda vem hoje, filhinho?" 

Tá bom, aí o papai não conseguiu aquela grana emprestada para comprar a droga do meu "autorama", e eu acabei com duas decepções:
"Papai Noel não existe e meu pai está duro em pleno natal!!!"

Aliás, já reparou que parece que no "dias dos namorados" a crueldade feminina contra as "sem-namorados" parece não ter limites!?

 Vixe! Só falta elas rirem da sua cara:
"Ha!Ha!Ha! Eu tenho namorado, você não tem..."
"Ha!Ha!Ha! Você é uma encalhada, eu não sou!"

"Tadinha...Mas você é tão linda e gostosa, logo vai arrumar alguém"


Mas você queria agora, não no dia 12 de junho do ano que vem!
"Sei lá amiga...Arruma alguém, liga para algum ficante e dá para ele..."

Pronto, agora já estão avacalhando de vez, porque parece que seu caso é de apelação. Arrumar alguém???

Pombas, se o problema fosse arrumar alguém, bastaria dar uma folheada na sua agenda e escolher qualquer um.
Só que você queria um NAMORADO!!!!!

Que inferno!
Será que é tão difícil assim suas amigas, primas, tias e vovós entenderem?

E jantar fora no dias dos namorados, então?
Pior do que isso é ir no motel sozinha.

Sim, porque você entra no restaurante sozinha, mas o maldito garçom sempre pergunta se quer beber algo enquanto espera "ele" chegar. Aí você pede um chopp, mas o bendito do garçom não sossega. Ele olha para o banheiro, crente de que seu namorado está tirando "água do joelho" e pergunta: "E a senhorita, vai querer um suco de laranja?"

Não, caralho!!! Eu quero beber até chamar Jesus de Genésio!!!

Aliás, uma vez uma colega minha, a Vilma, (uma típica ariana) resolveu jantar com algumas amigas, todas "sem-namorado", no bendito dia do namorados. Mal elas entraram no restaurante e foi aquele silêncio, com todas as mulheres olhando para elas, como se fossem umas leprosas.

Então, como ela já estava de saco cheio, falou em alto e bom tom:

"Podem ficar sossegadas, porque aqui ninguém vai roubar os homens de vocês! Somos todas lésbicas!!!"


Mesmo assim não custa nada acreditar, não é mesmo?

Sei lá, vai que aquele seu ex-namorado também está meio carente, arrependido por ter terminado com você, e resolva aparecer...

Mas ele é homem!
E pelo que você sabe, homens não costumam ficar carentes no dia dos namorados.

Muitos nem se lembram da data se a namorada não lembrar - que é o caso deste seu ex!

Enquanto existe vida, há de existir esperanças! 

Por isso você aproveita as ultimas horas do dia para sair, toda linda e produzida, porque o homem da sua vida pode estar bem alí, sentado numa mesa de canto, no barzinho que você e suas amigas parecem terem sido levadas por uma força misteriosa do destino.

"Olha só que homem bonito, elegante e...sozinho!!! Obrigada, meu Deus! Obrigada por colocar esse homem no meu caminho!"

Epa!!!! Quem é essa loura horrorosa que está se aproximando dele? Ah, era bom demais para ser verdade. E ele está dando um anel de diamantes de presente para ela!?

Agora vem o ódio mortal contra a Justiça Divina:

"Ó, Senhor, como é possível essa fubanga ter namorado e eu não!!?? 
Tá de sacanagem comigo, meu Pai!? 
Já sei, é castigo por ter sido ruim em outra vida! 
Sim, porque o Senhor deve ter me trazido aqui só para humilhar!! 
Aliás, se uma mulher feia como ela ganhou um anél de diamantes, no mínimo eu merecia ganhar uma Ferrari, né Deus!?"


Mas, voltando a dura realidade depois do choque, tanto você como suas amigas resolvem fazer pouco caso da data.

A Beatriz, por exemplo, disse que está "super" de bem com sua vida de solteira. Claro, você concorda e ainda completa: "Homens...Quem precisa deles?"
E a Renata, então? Ela conhece como ninguém a ambição humana, por isso carrega no discurso:" Esta data é puro comércio, coisa de machistas-capitalistas!".

É, mas tem sempre uma amiga que acaba "abandonando o barco", já reparou?

 A Isabel, por exemplo, bastou o ex-namorado pedir para voltar, que em vez dela ser solidária, preferiu correr para os braços dele.

É, realmente não dá para disfarçar a inveja misturada com o raiva:
"Essa hora a Isabel deve estar se acabando na cama com o Rodrigo...Tomara que o preservativo estoure e aquela filha da puta engravide"

Pior é saber que aquela mocoronga da Claudinha, que estava há muito mais tempo sem namorar ninguém, acabou encontrando uma antiga "paixão não correspondida", que há muito não via, bem no meio de um shopping lotado, no dia 11 de junho, que confessou que era louco por ela...

Aí já é muita sacanagem comigo, Deus!

E você lá, puta da vida porque queria "umzinho", nem que fosse para não passar a data em branco.

Lógico, sem deixar a Renata saber, senão ela iria te chamar de "pequena burguesa", "filhotinho do Tio Sam"...

Taí, a Renata até dá para entender porque não arruma namorado, mas você é tão legal...

Sim, eu sei que nos outros dias esta vontade nem era tão forte assim, mas é o dia dos namorados, caramba!

E nem se trata de achar que uma mulher só pode ser feliz com um homem do lado.


Por isso, que se danem as feministas, mas você é mulher e tem todo direito de ficar dengosinha e sensível nesta data!

E também tem o sacro direto de odiar suas amigas nojentas, que ficam te torturando no dia seguinte, cacarejando sem parar, contando que ganharam isso e aquilo dos namorados, que foram jantar fora e deram um picote nervoso no motel de luxo, com nome brega, estilo Love Flower´s.

Sim, da mesma maneira que ficava puta da vida quando o Natal chegava e só você não ganhava a bonequinha da Estrela, que engatinhava e falava " Mamãe", hoje você merece ficar azeda!

E te dou toda razão, porque até hoje não esqueço do maldito autorama!!!

Pombas, é sim uma questão de data, de querer participar da melhor maneira, por isso não tem Cristo que faça com que você finja que não está nem aí!

Por isso, pode morrer de raiva, sim!!! 

E pode invejar suas amigas e desejar que engordem tanto com as porcarias de bombons que ganharam, e que mal caibam dentro das roupas que ganharam, porque no ano que vem será você a invejada, aquela que será odiada por aparecer toda linda e sorridente, ainda com o cheirinho do sabonete do motel, contando nos mínimos detalhes como foi maravilhoso o seu dia 12 de junho!!!
..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2017 - Revista Andros

ELE É UM ESTELIONATÁRIO EMOCIONAL.

Tô com depressão - Estelionatário emocional

Foi se o tempo em que um cara, quando queria terminar com uma garota, inventava desculpas esfarrapadas como "não é você, sou eu" (essa é clássica); ou algo mais direto como "sou muito novo para me casar" .

Não, definitivamente, o lance agora é muito mais teatral, coisa de cinema mesmo.

Mas não é qualquer filme, não.

Que nada, o lance tem que ter algo de dramático, algo como uma depressão, por exemplo.

Sim, depressão agora virou moda, todo mundo diz que tem.
Por isso, quanto maior o grau de encenação, daquela coisa dele fingir que está sofrendo e não ver mais sentindo na vida, melhor será o efeito desejado.

E que maravilha é a depressão, hein? 

Sim, porque como quase todo mundo não sabe como identificar um quadro depressivo, se um cara está a fim de terminar um relacionamento e não sabe como dizer, basta ele dar uma de "perdido e sem vontade de viver" que todo mundo acha que ele está com depressão.

"Eu estou com depressão porque meu time de futebol perdeu" 
Não meu caro, você não está com depressão, pode estar triste, puto da vida e até frustrado, mas não está com depressão.

"Uau!!! Quem vai me culpar se nem quero mais viver? 
Casar e juntar os trapos? 
Que nada, agora eu estou passando por uma crise de depressão e não posso assumir nenhum compromisso, baby!"

Chega de ter que encarar a barra de dizer que não quero mais, chega de dar explicações sobre aquele lance de que eu a amaria para sempre, porque com esse papo de "eu não vejo mais sentido na minha vida" e algumas atitudes de maluco, como deixar de tomar banho e ficar o dia todo trancado no meu quarto, eu tenho ótimos argumentos para dar um chute nela.

E o melhor é que ela ainda vai sentir pena de mim, não é demais?


Realmente, tem homem que adora um estelionato emocional...

Conheço uma porrada de mulheres que só descobriram a farsa depois que viram que a depressão do sujeito foi curada com muito chopp, mulheres e baladas. 

Aliás, como é mais que natural, dificilmente uma mulher vai abandonar o homem que ama em uma situação "tão deplorável". Sabe como é: até uns dias atrás ele estava alegre...
 Só que agora, sem nenhuma explicação, o cara murchou de vez. 
É, ele tá depressivo, tadinho...

E é sempre assim com estes caras: 
A depressão chega sem avisar, como se fosse um resfriado.

Então, minha filha, diante de tal situação, você sofre por ele e faz de tudo para o picareta melhorar, mas o cara continua lá, mantendo a pose, caprichando na encenação, ameaçando se matar. 

Sim, porque tem sempre aquele picareta que resolve torturar a mulher com uns papos bravos de que vai pular nos trilhos do metrô!! 

Bem, se é para mentir, que a mentira seja bem convincente.

Por isso que eu vivo repetindo:
Se você gosta de cafajestes, prefira os originais!!

Nada de homem bonzinho demais, sensível demais, carente demais, viadinho demais!!!

Pega aqueles que jogam limpo, na base do:
"Estou a fim de putaria e te dou dois minutos pra sumir da minha frente, Zulmira!".

É feio, é grosseiro? 
Sim, mas pelo menos ele não fica dando uma de "tarja-preta"!

Uma leitora, por exemplo, achando que depressão se cura com diversão, torrava uma grana preta só para levar o "maníaco depressivo" do namorado para se divertir nas baladas. 

E é claro que ela pagava tudo, porque queria evitar que ele ficasse triste na hora de abrir a carteira, entende? 

E como ela ficava alegrinha quando percebia que ele estava dando sinais de melhora...
Ele estava até sorrindo!!!

Isso até ele conseguir convencê-la de que devia deixá-lo para que não sofresse mais:

"Você merece um homem que te faça feliz, porque quando eu te vejo sofrendo por minha causa, querendo me ajudar, isso me deixa muito mais deprimido."

Mas não é que no fundo ele tinha razão? 

Sim, porque bastou ela se mandar para ele voltar a sorrir em menos de um mês. 
Claro que tal melhora repentina acabou despertando uma desconfiança:

"Peraí, essa história está muito mal contada...Quem é essa garota no face dele? ' "Você é a mulher que eu quero passar o resto da minha vida???' 
Como como assim "passar o resto da minha vida"!?? 
Mas esse filho da puta não queria se matar!?"

Então, minha cara, percebeu como a moda agora é o cara apelar para a depressão, síndrome de pânico e estresse pós traumático? 

Aliás, estresse pós traumático é a desculpa favorita de ex-cornos: 
"Minha ex me chifrou por isso eu não consigo ter nada sério com ninguém"

Só que além disso ainda exitem os caras que gostam de apelar para os famosos "pobremas espirituais". 

Puts!!! Se já é foda lutar contra os "probremas terrenos", imagine a barra de lutar contra "forças do outro mundo"? 

Aí não tem não jeito, porque não dá para lutar contra forças invisíveis.

Já vi casos do sujeito inventar que estava ouvindo vozes e que via vultos e todo tipo de fenômenos do além.

Uma leitora, por exemplo, foi em tudo quanto é lugar (terreiro, centro espírita, benzedeiras e igrejas) para ver se conseguia resolver os problemas do seu noivo.

Ela até comprou um "patuá de proteção"para ele!!

Bem, mais isso foi até ela descobrir que ele tinha sim, um encosto, mas era uma japonesinha que trabalhava com ele.

Sem contar que é muito mais fácil para ele dizer que só te traiu com uma garota porque ela fez uma "amarração de amor".

Só que a depressão tem um certo charme, entende?

Se ele não quer mais saber de trabalhar, é culpa da depressão; 
se ele tem um ataque de raiva e te manda para o inferno, também é depressão. 
E na hora do picote, então? 
Pra quê ficar repetindo o tempo todo "isso nunca aconteceu comigo", se é muito mais fácil dizer que é culpa da depressão?


Amor (você fazendo cara de tesão)...Faz tanto tempo que a gente não transa, né? 

"Agora não dá porque estou triste" - ele responde fazendo cara de coitado.
 
Mas não dá nem para você dar uma chupadinha no meu moranguinho?


"Eu queria, mas eu estou tão triste que nem tenho mais vontade de chupar a sua frutinha"
..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!